3212 1300


FAHECE entrega 16 novas ambulâncias ao SAMU de Santa Catarina

A FAHECE entregou nesta quarta-feira, 20 de abril, dezesseis novas ambulâncias de Suporte Avançado que irão compor a frota atual do SAMU. As UTI’s móveis chegaram do estado de São Paulo na última segunda-feira, 18/04, e passaram por uma revisão detalhada. Hoje já foram distribuídas aos pontos de regulação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência espalhados por toda Santa Catarina.


De acordo com o Presidente da FAHECE, Michel Scaff, a colocação de dezesseis novas ambulâncias de suporte avançado no sistema faz parte de uma estratégia maior da Fundação, que visa dotar o SAMU de um aparato técnico-operacional a altura da sua relevante missão.


“O SAMU é o anjo da guarda de todos nós. E, por esta razão, não há outra opção a não ser torná-lo uma instituição de excelência em sua valorosa contribuição para a cidadania catarinense.”, destacou Scaff.


As novas unidades de Suporte Avançado (USA) contam, além do material de consumo, com incubadora para transporte de recém-nascido, aspirador cirúrgico para ambulância, respirador a volume, monitor multiparâmetro, oxímetro digital e bomba de infusão para seringas, bem como todo o material para imobilização e medicamentos de cuidados intensivos, e serão abastecidas nos pontos de regulação.


Essas unidades são compostas por uma equipe de Tratamento Intensivo Móvel (UTIM), formada por um médico, um enfermeiro e um motorista-socorrista. Com a entrega das novas ambulâncias, os serviços de atendimento móvel de urgência melhoram as condições de socorro imediato nas localidades beneficiadas.


Atualmente no estado de Santa Catarina, oito macrorregiões coordenam os serviços do SAMU nas Centrais Regionais de Regulação de Urgência. São elas: SAMU Extremo Oeste – Chapecó; SAMU Grande Florianópolis – Florianópolis; SAMU Sul – Criciúma; SAMU Norte-Nordeste – Joinville; SAMU Vale do Itajaí – Blumenau; SAMU Foz do Itajaí – Balneário Camboriú; SAMU Meio-Oeste – Joaçaba; SAMU Planalto Serrano – Lages.


 


SOMOS TODOS SAMU


No momento que alguém pede ajuda através do 192 e o alarme vermelho do risco de vida é disparado, inicia-se uma luta contra o tempo e momentos angustiantes se estabelecem até a chegada do SAMU ao local. No trajeto, as ambulâncias se deparam com o trânsito e com a dificuldade de mobilidade.


“É neste trajeto pelas ruas das cidades catarinenses que todos nós participamos do socorro. Ao ouvir as sirenes ou visualizar as luzes do SAMU, abra passagem para as ambulâncias o mais breve possível, com a devida segurança. O tempo de chegada é precioso e fundamental para a vida de alguém. Neste momento, somos todos socorristas, somos todos SAMU.”, ressaltou o presidente da FAHECE.